Abril 21, 2014 Publicado por: Andressa | Categorias: Eventos, Fotos, The Cripple of Inishmaan | Comentários

danielpost

Depois das prévias, ontem (20.04), foi oficialmente a noite de abertura da peça “The Cripple Of Inishmaan”. Logo após a apresentação, o elenco e alguns artistas passaram pelo “tapete vermelho” da After Party e posaram para os fotógrafos presentes.

1_281629~19.jpg 1_281429~23.jpg 1_281029~38.jpg 1_281829~18.jpg 1_28829~47.jpg

2_281629~2.jpg 2_282629~1.jpg 2_282029~1.jpg 2_283129.JPG 2_28929~5.jpg

Projetos > Teatro > The Cripple Of Inishmaan > Broadway > The Cripple Of Inishmaan” Broadway Opening Night – (20.04)

Projetos > Teatro > The Cripple Of Inishmaan > Broadway > “The Cripple Of Inishmaan” Broadway Opening Night – After Party (20.04)

Também adicionamos em nossa galeria, mais 4 fotos promocionais da peça:

CRIPPLE-superJumbo.jpg jpcripple-superJumbo.jpg cripple2.jpg cripple3-superJumbo.jpg Sem título 1

Projetos > Teatro > The Cripple Of Inishmaan > Fotos Promocionais

Obrigada Gabi pela maioria das fotos!

Abril 17, 2014 Publicado por: Andressa | Categorias: Artigos, Entrevistas | Comentários

danielpost

Há alguns dias atrás, publicamos as fotos de um photoshoot do Daniel para a revista DuJour e agora trazemos a matéria publicada no site deles traduzida:

A última peça de teatro de Daniel Radcliffe na Broadway “The Cripple os Inishmaan” prova de uma vez por todas que nosso pequeno astro é agora um homem adulto.

Não existe uma segunda filmagem durante uma peça de teatro. Então, quando Daniel Radcliffe caiu durante uma de suas apresentações em 2011 do sucesso da Broadway, “How To Succeed In Business Without Really Trying”, o jovem ator sabia que sua melhor opção era levantar e seguir em frente.

“Eu caí no meio de um número de dança, um tombo muito feio e obviamente na frente e no centro do palco,” lembra Radcliffe, “E, claro, isso não foi bom. Você deve estar pensando, wow, eu parecia um idiota naquela hora. Mas você não para, você continua até o fim — e aquele número continuava muito bom. A experiência de ninguém é menos divertida para os atores que tomam um tombo.”

O ator tendo essa chance, tornou a noite mais interessante. Desde que encontrou fama e fortuna como Harry Potter, risco tem sido uma coisa que Radcliffe abraçou. Mesmo que tenha sido seu aniversário enquanto apresentava Equus em 2008 ou se tornar um jovem Allen Ginsberg no filme de 2013 “Kill Your Darlings”, Radcliffe tem evitado peças convencionais para trabalhar com um pouco mais de entusiasmo. Seu último projeto, uma renovação da Broadway da comédia negra “The Cripple of Inishmaan” estreando este mês, é outro ótimo exemplo do gosto do astro de 24 anos por coisas inusitadas — e que ele está ansioso para mostrar ao público de Nova York.

“Esta peça é impressionantemente cruel algumas vezes, e teve uma ótima reação vocal do público londrino,” diz Radcliffe. “E, sabe, o público de Londres são bem mais reservados que os de Nova York, então eu sempre lembro que se tivemos essa reação em Londres, vou adorar apresentar a peça em Nova York.”

Inishmaan pode ser desagradável. Quando o trabalho do dramaturgo Martin McDonagh foi recriado no West End no ano passado, Variety escreveu, “Ele é especialista em criar uma comédia de altas risadas com uma crueldade privada”, e se refere ao seu trabalho como “retratos de grande sucesso de travessuras covardes em enseadas irlandesas.”

A peça segue o personagem de Radcliffe, Billy, um jovem aleijado em uma pequena ilha irlandesa que tinha uma existência triste — com os requisitos de um amor não correspondido e infinitos insultos — é abalado quando uma produção de Hollywood se estabelece nas proximidades, dando a Billy a chance de conseguir um papel cobiçado e mudar o rumo de sua vida. Um filme que muda tudo para um jovem garoto? Não é de se admirar que Billy chamou a atenção de Radcliffe.

“Eu definitivamente consigo relacionar o seu amor por filmes, mas também posso dizer que o jeito em que nós lidamos com isso é bem diferente,” diz Radcliffe rindo. “Eu fui sortudo o bastante por ter me tornado parte disso quando tinha 9 ou 10 anos, mas uma coisa que eu realmente gostei no Billy, é que ele provavelmente é o personagem mais esperto na peça, mas ele também tem que lidar com o fato de ser constantemente subestimado. A diferença entre como ele realmente é, como ele sabe quem é por dentro e como as pessoas o tratam são as fontes de muita ansiedade e desespero para ele.”

Radcliffe, não sendo mais forte com as expectativas de estranhos, acrescenta, “qualquer personagem sem esse tipo de vantagem é provavelmente um pouco maçante.”

Felizmente, ouvi-lo dizer isso, maçante não é algo que Radcliffe está acostumado quando está no palco. “Broadway é um lugar incrível para se trabalhar como um ator,” diz ele. “Pessoas falam sobre isso o tempo todo, mas é uma experiência nova toda hora, e o aspecto dessa comunidade é brilhante, incrível e inesperado para mim. Mal posso esperar por isso denovo.”

Isso e a vida noturna. Apesar de sua grande visibilidade e o perigo de fazer algo, qualquer coisa que pode ser capturado por uma câmera, Radcliffe admite que, como um ator de Nova York, socialização é um privilégio.

“Eu adoro sair depois dos espetáculos. Em How to Succeed, nó tínhamos algo chamado Noites de Quinta na Broadway, porque quinta-feira tínhamos um espetáculo mais cedo, e depois poderíamos festejar no andar de cima em um dos camarins,” diz ele. “Esse é o tipo de coisa que deixa o espetáculo mais legal, e nessa companhia de Cripple, somos muito próximos, nós fazemos um ao outro rir muito, então tenho certeza de que repetirei algumas daquelas noites.”

E enquanto Radcliffe diz que filmar continua sendo seu primeiro amor — “Foi no meio disso que eu cresci,” ele explica, “eu sinto como se tivesse que fazer uma coisa para sempre, talvez seja isso” — trabalhar nos palcos sempre lembra de como ser um ator pode ser emocionante.

“Não me lembro de nada que tenha dado errado no palco que tenha estragado o espetáculo,” diz ele. “Mesmo que você erre, essa é uma das coisas emocionantes sobre ficar nos palcos — as pessoas aparecem e te ajudam, e você sempre consegue sair disso.” É a diferença, diz Radcliffe, entre trabalhar em frente as câmeras e se colocar na frente de um público noite após noite.

“No filme, você faz algo que não quer e a fita é usada, você está preso nisso,” diz Racliffe, “E então não há retorno.”

Tradução e Adaptação: Andressa Macedo
Fonte: DuJour

Abril 17, 2014 Publicado por: Andressa | Categorias: Brooklyn Bridge, Entrevistas, Frankenstein, The Cripple of Inishmaan, Tokyo Vice, Vídeos | Comentários

Em entrevista para o USA Today sobre The Cripple Of Inishmaan, Daniel acabou falando sobre Tokyo Vice, e revelou que as gravações no Japão irão começar aproximadamente em Agosto. Também comentou sobre Brooklyn Bridge, que ainda não tem estimativa para o início das filmagens.

Ele, no entanto, programado para disparar um outro filme depois Inishmaan completa a sua corrida: Tokyo Vice, adaptado do livro de memórias de 2009  de Jake Adelstein. “Eu interpreto um jornalista americano que se torna muito envolvido, digamos, com a Yakuza — A máfia japonesa. Por um lado, é um muito inteligente e interessante olhar americanos em outros países, mas também é um grande, thriller de vida real. ”

Radcliffe já completou a nova adaptação de Frankenstein, de Max Landis, dirigido por Paul McGuigan, para o próximo ano. Ele interpreta o lendário assistente de laboratório Igor, “o que foi muito divertido. Tive longas extensões de cabelo, e fiquei bastante feliz em ter que tirá-las. É uma releitura da história do ponto de vista de Igor, sobre seu relacionamento com Frankenstein. Eles começam muito bem intencionados, mas, em seguida, o ego de Frankenstein vai ao fundo do poço, e ele tem que ser puxado de volta para ter algum tipo de sanidade.”

Outro projeto que Radcliffe tem na calha — talvez não surpreendentemente, dado o seu afeto por uma determinada cidade — é um filme intitulado Brooklyn Bridge, com roteiro de Douglas McGrath (Bullets Over Broadway, Emma).

“É um dos melhores roteiros que eu já li”, diz Radcliffe, arregalando os olhos de novo. “É uma história maravilhosa de como a ponte foi construída — ​​uma história de amor absoluto para a cidade de Nova York, e para a América em geral. Você sabe, existem centenas de milhões de pessoas que atravessam a ponte todos os anos e não tem uma ideia da incrível história por trás dela.”

Source

Abril 13, 2014 Publicado por: Andressa | Categorias: The Cripple of Inishmaan | Comentários

danielpost

Ontem, ocorreu a primeira prévia “The Cripple Of Inishmaan“, na Broadway, no Cort Theatre. E o site BroadwayWorld.com  publicou algumas fotos do final da apresentação, confira:

1_281229~27.jpg 1_281729~15.jpg 1_28529~59.jpg 1_281129~28.jpg 1_28429~60.jpg

Projetos > Teatro > The Cripple Of Inishmaan > Broadway > First Preview (12.04.2014)

Abril 5, 2014 Publicado por: Barbara | Categorias: Aparições Públicas, Programas de TV, Vídeos | Comentários

Ainda promovendo “The Cripple of Inishmaan” que logo terá sua tão aguardada estréia na Broadway, na manhã de sexta-feira Daniel participou do programa “The Today Show” em Nova York. Clique aqui e confira o vídeo onde Dan aparece distribuindo autógrafos e tirando fotos com os fãs.

BkYPE0GIUAALy-o.jpg IMG_1014.jpg BkYPE0GIUAALy-o.jpg IMG_1014.jpg BkYPE0GIUAALy-o.jpg

TV Appearances > 2014 > Today Show (04.04)

Candids > 2014 > Today Show (04.04)

Fonte: DJRHolland

Abril 5, 2014 Publicado por: Barbara | Categorias: Awards, Bilheteria, Daniel Radcliffe, Divulgação, Entrevistas | Comentários

danielpostConfira abaixo uma pequena entrevista que Daniel cedeu ao jornal The New York Times sobre projetos que deseja realizar no futuro.

Daniel Radcliffe pode estar focado em sua estréia na Broadway que ocorrerá no dia 12 de abril com a peça “The Cripple of Inishmaan,” mas ele também já têm em mente projetos que deseja realizar no futuro. Na segunda – feira durante um evento na TimesTalk, Radcliffe (que finalizou seus recordes de bilheteria com os oito filmes da franquia de “Harry Potter” ) foi questionado sobre peças e musicais que ele pode gostaria de estrelar nos próximos anos.

“Eu amo Tom Stoppard, sempre tive essa vontade, então se encontrassemos  a pessoa certa para produzir ‘Rosencrantz and Guildenstern Are Dead,’ eu gostaria de fazê-lo”, disse ele se referindo aos dois jovens do título de Stoppard. Em 1968 o espetáculo ganhou o Tony Award de melhor peça, mas nunca foi revivida na Broadway. Radcliffe, em seguida acrescentou,  como se falasse consigo mesmo: “Mas isso seria demais, Dan, então cale a boca.”

Ele também disse que  gostaria de representar  a grande produção do musical de Stephen Sondheim-George Furth “Company”  que se trata sobre um único indivíduo com problemas de reclusão e suas relações com os seus amigos. “Esse foi um dos meus favoritos “, disse Radcliffe de “Company”, que em 1971 também recebeu o Tony Award de melhor musical. Em 2006, Raúl Esparza estrelou o personagem na Broadway, sendo o último ator a ter representado a obra.

No entanto, Hamlet, Macbeth e Prince Hal não parecem estar em sua lista de desejos para o teatro.

“Eu não tenho aquela insana vontade de “eu quero representar uma obra de Shakespeare!” que muita gente tem, até porque acho que é muito desafiador” disse Daniel. “Mas você sabe, talvez um dia isso venha a acontecer também.”

“Cripple of Inishmaan” que será estrelada por Radcliffe está sendo muito esperada já que teve uma temporada aclamada no verão passado, em Londres sua estréia está prevista para 20 de julho no Cort Theater.

 

Fonte: The New York Times

Abril 4, 2014 Publicado por: Andressa | Categorias: Programas de TV, Vídeos | Comentários

Daniel foi ontem (03.04), ao programa de TV americano The Tonight Show Starring Jimmy Fallon, da NBC. Em sua participação ele falou sobre a peça The Cripple Of Inishmaan na Broadway e jogou um jogo chamado “Sticky Balls” com o apresentador Jimmy Fallon.

Source

Pages12...1020...»»