Mais vídeos sobre “Relíquias da Morte – Parte II” / Autor: Andressa

Confiram dois vídeos, lançados para a divulgação de “Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte II”, onde no primeiro, Daniel conta quais foram as suas cenas mais emocionantes, como foi trabalhar com alguns atores da série, tais como: Ralph Fiennes, Gary Oldman, Adrian Rawlins e Geraldine Somerville. Veja:

O que você mais gostou em fazer a Parte II?

Daniel Radcliffe: Eu tenho que dizer, ser espancado por Ralph Fiennes foi muito divertido. Não foi sempre confortável, mas foi divertido. Gosto de cenas como essa, onde eu levo um bocado de tapas. Foi muito divertido. Foi bom. Isso foi definitivamente um destaque. Estar no carrinho – o que nos leva para dentro de Gringotes sendo com Rupert, um cara chamado John, Warnick Davis e Helena Bonham Carter, e depois Emma, foi muito divertido, porque estávamos todos molhados , fazendo piadas – foi simplesmente hilário. Foi muito, muito bom. Foi diversão por muito dias.

Qual foi a parte mais emocionante do filme para você?

Daniel Radcliffe: Estranhamente, a cena mais emocionante do filme foi provavelmente a última, que não foi uma cena emocionante. Foi uma cena em que eu saltava para a lareira no final do Ministério da Magia, uma cena de perseguição. Essa era a nossa última cena do filme. Foi assim que terminou.

Eu acho que a outra cena emocionante nesse filme, e aquela que eu estava mais ansioso, foi a cena em que entro na floresta e de repente eu vejo meus pais, Sirius e Lupin parados na minha frente. Essa foi uma cena emocionante também porque Gary voltou para fazer, e também porque Adrian e Geraldine, que interpretam meus pais, são maravilhosos, e pessoalmente, estou triste por eles terem morrido, eu teria amado ter contracenado mais com eles. Também o personagem Lupin morreu, que para mim foi uma das partes mais perturbadoras dos livros, porque eu amava esse personagem. Então, aquela cena foi muito emocionante, eu acho. Deve ser assim mesmo.

Qual é o tema-chave para este último filme?

Daniel Radcliffe: Lutar por sua vida, eu suponho, seria um dos temas principais. É uma batalha para salvar Hogwarts, é uma batalha para sobreviver. É uma batalha para ver a manhã seguinte. Esse é um tipo do impulso na maior parte do filme. E também tem todos aqueles temas de Harry Potter, como amizade e todas essas coisas, e o quão testadas elas poderiam ser. E nessa situação ainda mais extrema, o quanto esses três três, quatro, cinco, você sabe, todos da escola contam uns com os outros, e é isso que eu amo nessa parte. É sobre um espírito de comunhão e de sobrevivência.

Já no segundo, Daniel, Rupert Grint e Emma Watson assinam uma bandeira do Japão com palavras de amor, e orações às vítimas do tsunami  e terremoto, durante a divulgação de “Relíquias da Morte – Parte II”. Confira:

Fonte: SnitchSeeker

 








2011 - 2016   DanielRadcliffe.Com.Br