Daniel no “Live! with Regis & Kelly” e no “Today Show” / Autor: Luiza Carvalhaes

Daniel terminou seu trabalho de divulgação de Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 ontem, dia 14 de Julho, quando apareceu em dois programas o “NBC’s The Today Show” e “Live! with Regis and Kelly”, em New York. Daniel discutiu sobre o seu trabalho nesse último filme da saga, seus antigos maus hábitos com a bebida, e quais famosos ele gostaria de conhecer. Veja.

  • Live With Regis and Kelly

  • NBC’s The Today Show

Isso realmente representa a parcela final do filme. Como você se sente sobre tudo isso chegando ao fim?
Daniel Radcliffe:  É bizarro. Tem sido parte de nossas vidas por dez anos, portanto, para, de repente, acabar, é muito estranho. mas tem sido maravilhoso – Eu tive uma década maravilhosa e o fato de que estamos saindo com resultado tão alto é maravilhoso porque o filme, eu estou tão orgulhoso dele e eu não ter ficado contente com todos os filmes – especialmente. Não o sexto Eu estava muito convicto sobre o fato de que eu odiei a minha performance nele. Mas este filme é tão superior de qualquer outra coisa que fizemos.

Então você acha que é o melhor?
Daniel Radcliffe:  De alguma maneira, sim. É uma peça fantástica do filme.

Eu realmente tenho que concordar com você. Você está atendendo todas essas estréias, você deve estar se sentindo – é esta uma parte de você que está feliz em fechar este ciclo na sua vida?
Daniel Radcliffe:  É muito emocionante. Você não pode viver, você sabe, 11 anos para sempre. Você não pode continuar a fazer essa franquia para o resto da vida. Então, sim, o fato de que – ao mesmo tempo é triste por um lado, e eu fiz um grande número de amigos com os filmes, eu ainda vou conhecer cada um deles e os levarei comigo para o resto da minha vida.

Ao mesmo tempo, e não pelo design, saiu em uma revista e que você surpreendeu muita gente. Você disse: “Eu me tornei tão dependente do álcool.” Quando foi isso?
Daniel Radcliffe:  Eu diria que a partir da idade de 18 a 21 foi quando esse período da minha vida… Eu parei de beber no último ano só depois que completei 21 anos. Sim, eu suponho que apenas – era algo que eu pensei tornar-me interessante e aproveitar, você sabe, minha vida. Me tornei muito dependente dele e eu acho que é um momento quando você percebe que algo, em meu ponto de vista, muito destrutivo virou uma rotina. E assim que foi o momento em que eu decidi que a quantia que eu estava bebendo estava me tornando infeliz. Então eu parei.

Muita pressão? Estar nos holofotes tem algo a ver com isso?
Daniel Radcliffe:  Pra ser honesto, não sei. Eu não sei se é algo que afetaria minha vida ou seria algo que gostaria de provar de alguma maneira se eu não fosse Harry Potter. Mas eu não culparia a pressão da fama. Porém, a única pressão foi que eu me induzi e beber e me tornei bom nisso – o que eu nunca conseguiria, o que foi um fracasso total – eu culparia a mim mesmo.

Entendo. Bem, quanto ao quesito celebridade, deixe-me dar-lhe uma oportunidade de responder ao que vem acontecendo, porque você tem estado sob os holofotes dos tablóides. Sobre o escândalo de telefones hackeados, você tem alguma idéia sobre isso?
Daniel Radcliffe:  Sim, é terrível. E o fato de que eu tenho certeza que vem acontecendo por um longo, longo tempo com os atores e celebridades e todo esse tipo de coisa. Mas as pessoas realmente se importam com isso e, francamente, têm o direito de não se importar com isso quando você ouve que eles hackearam telefones da família de um soldado e agora perturbam as famílias do 11/09. Você sabe, é a moral muito desprezível. Então, sim, é muito perturbador.

Você parece bravo com isso.
Daniel Radcliffe:  O país inteiro está. É uma espécie de vergonha que um jornal que era tão especial no que diz respeito aos militares, um papel que era tão favorável às Forças Armadas, prestem a esse papel tão constrangedor. Eu não posso imaginar o que deve ser para as famílias e todos os homens e mulheres que servem. É muito vergonhoso.

Mudando de assunto, temos um pequeno clip de vocês no primeiro filme.

Daniel Radcliffe:  Ah, bom. Eu sempre gosto de assisti-los. Muito gentil de sua parte.

(Risos) O clipe é seu e eu acho que você está atravessando a plataforma para o trem de Hogwarts. Você pode descrever quem você era, então?
Daniel Radcliffe:  Oh, eu era adorável. Eu era tão doce e bonito e adorável. É muito triste quando você me ver assim e agora eu sou apenas essa coisa de 21 anos de idade. Naquela época eu não sabia como eu era chato. Eu era doce o tempo todo.

Você não era chato. Eu quero fazer uma última pergunta sobre tantas pessoas de das quais você está cercada e querem sua atenção. Até a Madonna trouxe seus filhos, tentando conhecê-lo. Quais celebridades você gostou de conhecer?

Daniel Radcliffe:  Gary Oldman, adorei conhecê-lo. Outro, não sei, eu conheci Michelle Obama. Ela veio até o set. Eu tenho certeza que são pessoas com as quais eu adoraria trabalhar. Eu consegui conhecer pessoas muito legais.








2011 - 2016   DanielRadcliffe.Com.Br