Primeira crítica de A Mulher de Preto! / Autor: Luiza Carvalhaes

O site This Is London liberou a primeira crítica de A Mulher de Preto. A crítica Charlotte O’Sullivan deu sua opinião sobre o filme, o primeiro trabalho cinematográfico de Dan, depois de Harry Potter. Confira abaixo, a sua opinião:

Se você gosta de seus sutis filmes de fantasmas, olhe para lá agora.

Em 1993, Susan Hill escreveu um livro de fantasmas sobre o advogado chamado Arthur Kipps, que foi enviado para uma pequena aldeia para trabalhar com os papéis da falecida Sra. Drablow, ex moradora da isolada mansão chamada Eel Marsh House. A aldeia de Hill esteve sempre receosa, mas mortes não acontecem até que Kipps chega a região, e a ‘mulher’, Jennet, é um fantasma único e solitário.

Na adaptação da Hammer Horror da história, nosso herói (Daniel Radcliffe) é um viúvo sem dinheiro, pálido e neurótico. Enquanto isso, os habitantes da aldeia são loucos, as mortes violentas são muitas e os morto-vivos formam uma legião.

Isso não deveria funcionar, mas de alguma forma, funciona. Kipps, você ficará surpreso ao saber, não consegue ter uma única boa noite de sono enquanto fica na Eel Marsh House. Bonecas com olhos cruéis, estrondos altos, e uma criatura de sangue nos lençóis da cama… Vê-lo andar bobamente pela casa mal-assombrada é como estar preso em passei por um parque de diversões: assustador, engraçado e genuinamente chocante.

Mesmo com todos os ajustes, o roteiro de Jane Goldman mantém-se fiel ao espírito da história de Hill.

A vilã de Hill é uma mãe desenfreada que vira as mesas na respeitável população.

Similarmente, no filme, não há nada que os vivos possam fazer para conter a fúria de Jennet. Sua paixão doentia define a narrativa. Ela tem a última palavra (ou, nesse caso, olhar).

Será isso um mau presságio para Radcliffe, tornando-o um ator desesperado em quebrar o elo com o passado? (A Mulher de Preto é sua primeira aparição em algum filme com grande orçamento, em um filme não-Harry Potter). O projeto não vai silenciar os críticos. Deveria, entretanto. A sua ocasional não naturalidade se encaixa quando ele é ruim, mas quando ele é bom, ele chama muita atenção.

Parece que ainda há vida no velho garoto. Harry Potter, descanse em paz!

Tradução: Luiza Carvalhaes

Equipe Daniel Radcliffe Brasil

Com a estréia do filme cada vez mais próxima, as críticas devem começar a sair. Fiquem atentos, que postaremos todas aqui!





Por Amanda in janeiro 27 - 6:23 pm

Acho q esse filme vai ser legal. Amo filmes de terror. E também eu sou fã do Dan. Vou assistir esse filme, com certeza!!


Por Ane in janeiro 28 - 4:01 pm

Concordo plenamente. Sou fã do Dan e também gosto de filmes de terror. Achei uma boa escolha dele fazer um filme com esse gênero, pois ele pode mostrar que pode ser mais do que o Harry sem fazer filmes teens. Espero que seus próximos trabalhos mostrem cada vez mais da atuação dele e que sejam merecidamente reconhecidos.


Por May in janeiro 29 - 6:12 pm

Não gosto de filmes de terror mas se é com o Dan, eu assisto sim. Ansiosa.


Por erica in janeiro 29 - 9:39 pm

Nao gosto de filmes de terror, principalmente se as mortes sao feias mas por amor ao Dan eu suporto… qualquer trabalho que ele fizer em sua vida eu vou acompanhar…






2011 - 2016   DanielRadcliffe.Com.Br