Sites falam sobre “Kill Your Darlings” após Sundance Film Festival / Autor: Bia Antunes

Muitos jornalistas estavam presentes na exibição do filme “Kill Your Darlings“, onde Daniel interpreta o poeta Allen Ginsberg, no Sundance Film Festival ontem (18.01). Após o festival alguns deles já publicaram suas opiniões sobre o filme, e nós iremos trazer algumas das mais importantes traduzidas para vocês aqui no site.

Daniel Radcliffe prova ser uma estrela em Kill Your Darlings

Traduzido e adaptado por: Bia Antunes

De acordo com o diretor John Krokidas, o filme estreante Kill Your Darlings levou praticamente 11 anos para ser trazido às telas. Após estrear no Sundance Film Festival 2013, sexta feira à tarde, a espera apenas parece ter fortificado o filme. Se Darlings fosse lançado uma década antes, não teria os impressionantes Daniel Radcliffe, Dane DeHaan, Ben Foster, Michael C. Hall, Jack Huston e Elixabeth Olsen para trazer a vívida história de Allen Ginsberg e os poetas beat à vida. É difícil imaginar qualquer outro conjunto fazendo-o.

Mesmo após várias performances (incluindo o gótico A Mulher de Preto), a pergunta que ainda perdura é se Radcliffe irá evoluir de seu personagem de cicatriz de raio para um homem de liderança viável. Kill Your Darlings acaba com essas especulações. Encorporando o livre Ginsberg em seus anos mais jovens, Radcliffe testemunha a energia, caos, amor e a verdade crua que escoa pelas ruas de uma Nova Iorque da década de 40. Quando ele é aceito pela Columbia University para estudar poesia, ele é exposto à parte alternativa da cidade, cortesia do diabo de fala suave, Lucien Carr (DeHaan). Por Carr, Ginsberg é introduzido a um grupo rebelde de escritores: o amante David Kammerer (Michael C. Hall), o conhecedor de drogas William Burroughs (Foster) e a estrela da quadrilha literária, Jack Kerouac (Huston).

(…)

Mas Krokidas sabe quando deixar o talento falar por si só. Radcliffe é um ator que pode ser quieto , mas sabe expor a mente de um pensador pelo mais sutil dos movimentos. Por um momento se vê o ator machucado pelo uso das drogas recreativas, mas de repente Radcliffe ressurge se despindo, correndo em volta de um quarto e sentando em frente a uma máquina de escrever para criar seu primeiro poema. (…) Se a performance de Radcliffe coloca os céticos à parte, DeHaan prova que está no topo dos jovens atores de Hollywood. O relacionamento romântico entre os dois cria um conflito pelo curso do filme, eventualmente se tornando um inchaço de paixão. A autenticidade dos movimentos pode surpreender até os maiores fãs de Harry Potter.

Kill Your Darlings tem uma visão rara por trás de tudo, e é claro que Radcliffe e DeHaan estão à par de todo o plano. Os altos e baixos nunca perdem o ritmo, nem se sentem forçados à forma que Hollywood pode normalmente tomar para trazer uma história desta natureza à vida.

Artigo por: Hollywood.com

Para conferir as outras reviews cliquem nos links a seguir:

Confira as fotos e os vídeos do festival, clicando aqui.








2011 - 2016   DanielRadcliffe.Com.Br