The Independent fala sobre a carreira de Dan + nova foto! / Autor: Luiza Carvalhaes

danpost

O site The Indenpendent publicou recentemente uma matéria que analisa a carreira do Dan. Eles falam sobre como o ator evoluiu, sobre suas escolhas ecléticas de projetos e sobre como, atualmente, é fácil olhar para ele e não pensar instantaneamente em Harry Potter. Confira um trecho:

Está chegando a hora– talvez mais cedo do que você esperava – que você olhará para Daniel Radcliffe e não pensará “Harry Potter”.

O ator de 23 anos foi de menino bruxo para dançarino na Broadway e Allen Ginsberg, o poeta Beat que ele interpreta em seu novo filme “Kill Your Darlings”. Ele tem vários filmes completamente diferentes alinhados, e está prestes a estrear nos palcos de Londres como a estrela da comédia de Martin McDonaghThe Cripple of Inishmaan”.

Leia a matéria completa, logo abaixo.

Além disso, a página no Facebook da companhia de teatro The Potters Theatre Company, postou uma foto de seu elenco com o Dan, com a legenda:

Olhe em quem o The Potters Theatre Company esbarrou enquanto ensaiava em Londres… Sim, o primeiro e único Harry Potter, Daniel Radcliffe. Vamos esperar que sua magia esteja sendo passada para o nosso novo elenco.

Confira a foto em nossa galeria clicando nas miniaturas abaixo:

487618_513503612045120_1705856870_n.jpg487618_513503612045120_1705856870_n.jpg487618_513503612045120_1705856870_n.jpg487618_513503612045120_1705856870_n.jpg

Inicio > Outros > Visita ao elenco de The Potters Theatre Company, em Londres (12.03.13)

O retorno de Daniel Radcliffe aos palcos de Londres com “Cripple” pode permitir que ele se livre de “Harry Potter” para sempre?

Está chegando a hora– talvez mais cedo do que você esperava – que você olhará para Daniel Radcliffe e não pensará “Harry Potter”.

O ator de 23 anos foi de menino bruxo para dançarino na Broadway e Allen Ginsberg, o poeta Beat que ele interpreta em seu novo filme “Kill Your Darlings”. Ele tem vários filmes completamente diferentes alinhados, e está prestes a estrear nos palcos de Londres como a estrela da comédia de Martin McDonagh “The Cripple of Inishmaan”.

A peça dá à audiência a chance de ver Radcliffe sob uma nova luz, como Billy, um órfão deficiente na Irlanda de 1930, que esconde um sonho improvável de estrelato em Hollywood.

Cripple”, que estréia em Junho com uma temporada de 12 semanas, é parte de uma temporada na West End de peças supervisionadas pelo diretor Michael Grandage, que reuniu uma lista com atores que inclui Radcliffe, Bem Whishaw, Judi Dench e Jude Law.

Encenada pela primeira vez em 1996, a peça é uma tipicamente potente mistura de comédia e crueldade do escritor-diretor dos violentos e espirituosos filmes “In Bruges” e “Seven Psychopaths”.

Ele traça a linha entre tragédia e comédia tão brilhantemente”, Radcliffe disse sobre McDonagh.

Acho que uma das coisas mais hilárias sobre essa peça é, que para os nossos padrões de hoje, quão politicamente incorreta ela é”, disse o ator, disse o ator, parecendo magro e um pouco cansado – ele esteve na academia trabalhando à frente de ensaios para a peça – no escritório da trupe em cima de um teatro do West End. “Muito da comédia é apenas pessoas sendo implacavelmente cruéis com Billy”.

Eu estou tentando escrever algo no momento, e é tão obscuro e eu acho que é engraçado, mas não tenho certeza se alguém mais também acharia. Eu aspiro ser um pobre homem de Martin McDonagh”.

Não deveria ser surpresa que o uma vez garoto bruxo é fã do ousado final da comédia – e que está trabalhando em um roteiro. Sua inteira carreira pós Potter parece ser designada para provar errado quem quer classificá-lo.

A peça é a primeira vez que Radcliffe volta aos palcos do West End desde sua temporada em 2007 em “Equus”, peça de PeterShaffer sobre um menino perturbado que cega os cavalos. Ela apresentava o ator – então adolescente – em uma cena de nudez, o que desencadeou uma avalanche de manchetes sobre “a varinha de Harry Potter”. Mas, críticas elogiaram o valente e comprometido jovem ator.

Radcliffe disse que “Equus” foi “um sinal do que queria fazer”.

Eu não queria apenas tomar um caminho fácil para fora disso. Eu realmente queria tentar e correr riscos e criar uma carreira para mim”.

Desde então, ele tem misturado filmes e trabalhos no teatro, incluindo uma temporada na Broadway em 2011 como o intrigante homem de negócios em “How To Succeed In Business Without Really Trying“.

Ele filmou três filmes previstos para sair ano que vem. “Kill Your Darlings”, que estreou no Sundance Film Festival em Janeiro, estrela Radcliffe como Ginsberg – poeta Beat, cenas de sexo gay e tudo. Radcliffe disse que ele nunca esteve tão orgulhoso de um trabalho.

Ele também gravou “The F Word”, que ele chama de uma comédia romântica “muito engraçada, muito doce, mas também muito esperta”, do diretor canadense Michael Dowse.

Eu não quero dizer que estou interpretando eu mesmo, exatamente”, disse Radcliffe, “mas estou interpretando um personagem com a ansiedade bastante elevada, um cara ligeiramente hiperativo”.

Ele está especialmente animado sobre “Horns”, um filme de horror do autor francês Alexandre Aja (“The Kills Have Eyes“, “Piranha“) sobre um homem despojado que ganha chifres diabólicos que permitem-lhe acesso aos pensamentos e sentimentos dos outros.

É uma história de amor, é um filme de vingança, é um filme de terror em partes – isso vai ser louco”, disse Radcliffe, que fez uma incursão anterior nos filmes de terror com “The Woman In Black”.

Em seguida, ele vai estrelar como cientista louco do assistente de Igor no spin de cultura pop sobre a história de Frankenstein, de Max Landis.

Tudo em tudo, é uma lista eclética de projetos. Radcliffe diz ter uma filosofia guiando suas escolhas de carreira, mas “é muito básico. É só o que me anima. É o que me interessa”.

Esperamos que no final deste ano as pessoas vão começar a ver algumas performances muito diferentes de mim. E esperemos alguns filmes realmente bons“, disse ele. “É sobre o filme como um todo, não apenas as pessoas a estudar o meu desempenho e ver como eu estou ficando diferente e como eu estou crescendo.

Radcliffe aceita que o fascínio com a forma como ele está crescendo provavelmente não irá desaparecer completamente. Mas ele parece confortável com o legado de “Harry Potter”, feliz por ter feito a transição, muitas vezes complicada, de estrela mirim para ator adulto.

Os cineastas de “HarryPotter” têm sido elogiados por criar um lar estável e criativo para suas jovens estrelas, que passaram de pré-adolescentes a adultos ao longo de oito filmes lançados entre 2001 e 2011.

Eu sinto que todo mundo queria “Potter” fosse mais uma algema do que realmente foi”, disse o decididamente bem ajustado Radcliffe.

Eu acho que ‘Harry Potter’ vai ficar por perto por um tempo – muito tempo. Mas enquanto isso não me inibe de receber papéis no tempo presente, então tudo bem É uma associação lindo de se ter, porque é algo pelo qual sou incrivelmente orgulhoso.”

As pessoas sempre dizem: ‘Você não quer apenas esquecer isso?” Não! Essa foi a minha adolescência inteira.

Fonte.








2011 - 2016   DanielRadcliffe.Com.Br