Daniel Radcliffe para a revista ELLE / Autor: Barbara Carias

Daniel Radcliffe cedeu uma pequena entrevista para o jornalista Mickey Rapkin, da revista ELLE, onde ele conversou com o ator sobre assuntos do coração.

“Quando você está em uma franquia global como a de Harry Potter, seu rosto aparece em tudo, desde fronhas de travesseiro até escovas de dente. O que fez com que o truque de Daniel Radcliffe fosse ainda mais impressionante: O menino bruxo nos convenceu a vê-lo como um homem sério. Ele foi de Equus, seu estrelato de 2008 na Broadway onde aparecia nu durante as cenas, depois retirou totalmente sua imagem infantil durante um seriado extra da HBO e ano passado a transformação se fez por completo quando estreou nos cinemas com a sua primeira comédia romântica “What If”, ao lado de Zoe Kazan. Fora das telonas, Radcliffe mantém um relacionamento sério com a atriz Erin Darke, que ele conheceu durante as filmagens de “Kill Your Darlings”. Aqui, ele fala sobre a perda de sua virgindade, a nudez pública em Equus, e as regras sobre ter amigos seriamente atraentes.” – Mickey Rapkin

 

Qual a única coisa que se você encontrasse no apartamento de uma mulher diria que vocês são completamente incompatíveis?

Se houvesse uma enorme prateleira de livros sobre culinária vegan, eu com certeza estaria em apuros.

Achei que você iria dizer um box de Harry Potter.

Não, e sabe por quê? Muitas pessoas possuem o box de HP, então provavelmente seria injusto não incluir todas as mulheres nessa situação.

Você ficou nu durante a peça Equus, e mergulhou semi-nu em What If. Você se sente confortável gravando essas cenas?

Não. Quero dizer, eu estava bastante confortável. Tem de haver algo a ser dito quando você tem 17 anos e fica completamente nu em frente a uma platéia, então, sim, eu estava incrivelmente aterrorizado.

Foi estranho para você depois ter encontros onde as mulheres poderiam dizer “Oh, eu vi Equus…”?

Particularmente não. Eu saí com poucas meninas naquela época, então normalmente eu entrava na brincadeira e dizia “Ah, legal! Então você já me viu nu.”.

Sobre a perda da sua virgindade, existe alguma coisa que você faria diferente?

Eu sou uma das poucas pessoas que não tem do que reclamar sobre a primeira vez.

Sério? Quer dizer, tudo correu como planejado?

Foi com alguém que eu conhecia muito bem. Fico até feliz em dizer que tive outras relações melhores desde então, mas comigo não terrivelmente embaraçoso como muitas pessoa dizem ser, por exemplo, um amigo meu ficou completamente bêbado e teve sua primeira relação com uma completa estranha debaixo de uma ponte.

Certo. Então pra você o sexo é melhor sem bebidas envolvidas?

Para muitas pessoas o sexo é melhor quando você bebe, mas para mim e a pessoa com a qual eu estiver definitivamente ele vai ser melhor enquanto estivermos sóbrios.

Há algum tempo você publicou poesias sob um pseudônimo. Quer compartilhar com alguma mulher algum versículo que escreveu?

Eu escrevi poesias de forma mais consistente quando eu estava com 16, 19 até os 20 anos. Nesse período eu teria escrito vários poemas de amor. E não tem nenhuma que eu queira ver colada na internet pelo resto da minha vida. (Risos)

Pegando o casamento dos seus pais como um exemplo, o que você aprendeu sobre o amor?

Quando eu assisto esses programas da tv americana sobre namoros, como o The Millionaire Matchmaker, acho que minha mãe e meu pai possuem um casamento incrivelmente sólido.

Espera! Espera! Você assiste The Millionaire Matchmaker?

Minha namorada me fez começar a assistir. E é incrivelmente repulsiva a obsessão que se cria sobre este tipo de programa. Os homens de lá não dizem nada além de se vangloriarem sobre suas vidas. É…

Há um rumor circulando de que você estaria noivo.

Eu não estou.

Você acredita em casamento?

Em partes. Porque parece que a coisa mais romântica que você pode fazer é ficar de pé em frente a todos os seus amigos e dizer o quanto você ama essa pessoa.

Não foi exatamente isso que a personagem de Zoe Kazan em “What If” disse?

Serio que ela quis dizer exatamente isso em “What If”?

Eu acho que sim.

Isso é estranho. É obviamente uma coisa que já está empregnada na minha cabeça. Mas ao mesmo tempo imagino algo fantástico sobre o casamento, eu não sei, mas isso estará nos meus planos futuros em algum momento.

“What If” fez um questionamento: homens e mulheres podem ser amigos? Quando isso dá errado?

Essas são duas perguntas que se confundem e as pessoas as encaram como uma só. Homens e mulheres podem ser amigos? Absolutamente. Eu possuo muitas amigas mulheres as quais eu nunca tive relações e nem me sinto atraído para ter.

Qual é a outra pergunta?

Homens e mulheres que estão romanticamente ou sexualmente atraídos um pelo outro pode se tornar amigos sem que isso nunca se torne um problema? Isso é muito mais difícil. Em análise, nessa situação tem que haver uma conversa sobre o assunto. Pelo menos pra mi teria de haver ou eu ficaria louco. Essa é a grande diferença. E é nisso que meu personagem no filme erra, ele espera e sofre com a incerteza por ter medo de ter essa conversa.

Quanto tempo você esperaria?

Alguns meses, provavelmente.

Você trabalhou com algumas atrizes lendárias durante as filmagens de Harry Potter. Em algum momento em particular, você recebeu conselhos sobre mulheres de alguma delas?

Na verdade fiz a pergunta. Eu tinha uns 16 anos e estava trabalhando com Imelda Staunton. Eu tinha uma namorada e ela disse, “Oh, eu não vou fazer nada para o dia dos namorados. Não farei nada disso.”, eu transmiti a mensagem para a Imelda e ela disse: “Bobagem!, Não importa o que a garota diz, só vá e faça alguma coisa!”

O que você preparou para o dia dos namorados desse ano?

Eu não me lembro. Mas provavelmente escrevi um poema. (Risos)

 

  Fonte: ELLE








2011 - 2016   DanielRadcliffe.Com.Br