[TRADUZIDA] Entrevista descontraída de Daniel para a BBC / Autor: Nuara Costa

Na entrevista traduzida abaixo, vemos um Daniel bem descontraído, falando sobre sua preferência de lanche e sobre as perguntas mais frequentes que ele responde.

‘Wotsits em todo lugar, Harry?…’ Radcliffe em revelação chocante sobre sua preferência de lanche

**AVISO: CONTÉM LINGUAGEM EXPLÍCITA**

Nós encontramos Daniel Radcliffe para conversar sobre política, casamento, se é ok escavar o corpo dele quando ele morrer, e sobre o seu veredicto em qual a sua preferencia para lanche.

Oi, Dan. Em Imperium, você interpreta um agente do FBI que se infiltra em um grupo terrorista supremacista. Em Swiss Army Man, você interpreta um corpo morto trazido pelo mar. Você não está cansado de ser estereotipado?

[Rindo] Sim, é um problema real. Acho que o estranho gera mais estranho. Quanto mais interessantes forem as coisas que eu faço, mais interessantes serão os roteiros que eu recebo. Mas eu acho que sou apenas muito sortudo que as pessoas me dêem essas oportunidades para essas coisas estranhas e diferentes.

Você raspou a cabeça em Imperium e tem sua bunda notavelmente peluda mostrada em Swiss Army Man…

[Pensando]… certo, sim. Ou é o contrário…?

Você preferiria ter deixado o cabelo crescer e depilado sua bunda?

Ha. Não. Eu já mostrei tanto a minha bunda*, que eu não ligo mais. Eu realmente gostei de ter raspado a cabeça. Foi bom pra porra. Todo mundo deveria raspar pelo menos uma vez, pra ver quão fácil que é.

*Radcliffe fez nu frontal na peça Equus em 2009 e teve uma cena de sexo gay no drama Versos de um Crime, de 2013.

Você literalmente interpreta um corpo morto em Swiss Army Man. A menos que você tenha que ser cortado por uma lâmina ou algo do tipo – você gostaria de atuar mais depois que estivesse morto?

Eu acho – sim. Tem sido uma ambição longa de morrer no set. Pra mim, essa é a melhor maneira que eu penso de morrer…

E se a JK Rowling…

[Apreensivamente] Simm…

…vender os direitos dela para a Disney, e JJ Abrams quer dirigir outros sete filmes do Harry Potter, que se passam no espaço, mas no meio tempo você morreu. Você se importaria se eles te escavassem pra isso?

HÁ! Sim. Cem por cento. Essa foi a melhor pergunta que me fizeram hoje. Obrigado.

E se Tarantino quisesse dirigir e o filme se torna uma espécie de Reservoir Dogs? Você atiraria na Emma Watson à queima roupa?

Ai meu Deus. Não, eu acho que eu deixaria ela atirar em mim, porque eu não estaria morto?

Se você fosse permitido legalmente a dar um soco na cara de todas as pessoas que te perguntam se você interpretaria o Harry Potter de novo, e dar uma joelhada na virilha de quem te perguntar quanto dinheiro você tem – você teria uma mão ou joelho mais machucados?

[Pensa por muito tempo] Essa é uma pergunta fantástica, cara. Eu acho que provavelmente mãos mais machucadas porque essa pergunta é a que mais aparece. Mas eu estaria dando joelhadas nas bolas com uma força maior porque essa pergunta me deixa muito mais desconfortável. Eu fiz uma entrevista hoje de manhã* e me perguntaram quanto que eu estou valendo em dinheiro, na primeira pergunta. E eu fiquei tipo, “Ah, não! É 7:30 da manhã. Muito cedo.”

*no Victoria Derbyshire na BBC Two.

A Vicky realmente te deu trabalho. Coisas do tipo “Radcliffe diz que Hollywood é racista” e “Radcliffe nega apoiar Jeremy Corbyn” já é trending. Você desejaria que fingir estar doente o dia todo pra ficar na cama?

Eu nunca me importo em fazer divulgação, mas quando eu chego em casa no fim do dia, eu fico com uma ansiedade imensa por duas horas quando penso nas coisas que eu disse. Eu tenho uma coisa sobre atores expressarem suas opiniões, o que é ok, mas eu nunca quero que alguém pense que a minha opinião vale a pena em ser escutada, porque não vale.

Porque você acha que as pessoas ficam tão obcecadas no que você fala? Tipo, se eu te perguntar – o que é melhor, Wotsits ou Monster Munch? – provavelmente até isso virará manchetes.

Wotsits, definitivamente. E a manchete seria, “Wotsits em todo lugar, Harry?” [Ri por muito tempo de sua própria piada]. Algumas coisas que foram inventadas sobe mim são incríveis. Como eu ter dois caras da SAS andando com meus cachorros.

Ridículo! Não são três?

Sim. São três. E eles são Delta Force. Eu sempre escuto rumores que eu vou me casar em vários lugares relacionados a Harry Potter, e que Rupert* vai ser padrinho e eu vou casar no castelo Alnwick.

*Grint, aka Rony Weasley

Er, você iria, não?

Não. Definitivamente não. Tinha uma história de que para economizar tempo, eu pedia pro meu assistente segurar o roteiro em frente ao espelho para que eu conseguisse ler enquanto estou fazendo o cabelo e maquiagem. Isso nem funcionaria porque estaria ao contrário.

Você já pensou no Daniel Radcliffe em uma dimensão paralela que nunca fez Harry Potter? O que ele estaria fazendo?

Eu não penso nesse cara. Provavelmente há um universo paralelo, mas é muito assustador para pensar no que minha vida seria se eu não estivesse atuando, então que se foda. Eu acho que eu teria acabado na indústria em algum lugar porque meus pais estão nela.

Eu acho que eu teria ganhado experiência de trabalho em algum lugar, provavelmente segurando roteiros no espelho para um babaca qualquer.

Tradução: Nuara Costa








2011 - 2016   DanielRadcliffe.Com.Br